segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Survival Horror - Introdução

Hoje começo uma série de textos falando de um gênero de jogo que marcou, e faz parte da minha vida até hoje: Survival Horror.
A premissa do jogo é simples e abrangente: você é uma pessoa com poucos recursos num ambiente hostil e desconhecido, com objetivos que variam de jogo para jogo, mas uma mesma necessidade: sobreviver.
Muitos jogos podem ser enquadrados nesse gênero, e muitos tornaram-se célebres, pela própria natureza do gênero prever normalmente a produção de jogos emocionantes, história bem trabalhada e, quase sempre, gráficos de primeira grandeza.
Depois do grande sucesso das primeiras edições, e a quase certeza de boas vendas do gênero, muitos jogos com essa temática começaram a pipocar no mercado. Eu acabaria levando MESES para falar só dos que já joguei, então ater-me-ei a comentar e resenhar apenas as franquias que mais me agradaram, que já formam um número respeitável.

Resident Evil: Sem dúvida a mais bem sucedida, com versão para um grande número de consoles. A conhecida fórmula de zumbis contra policiais, um bocado de tiroteio e um bocado de quebra-cucas.
Dino Crisis: O nome já diz tudo: dinossauros resolvem dar o ar da graça no lugar mais improvável, trazendo muita dor de cabeça para uma equipe de operações especiais.
Silent Hill: Muito mistério, magia negra, infindáveis tragédias e alguns dos quebra-cabeças mais difíceis da história dos games fazem a franquia da cidade maldita memorável por gerações.
Clock Tower: Enredo fraco, ação lenta, e estrelando um assassino pra lá de ridículo, mas a tensão atingindo níveis estratosféricos deixará você suando enquanto joga.
Galerians: Psicoses, ciência, mistério e carnificina, com enredo sólido e jogabilidade falha.
Alone in the Dark: Vanguardista do gênero, merece ser lembrado mais por ser o primeiro do que por realmente ser bom.

Hoje fica só essa introdução. Vou postar, talvez todo dia, talvez não, mas postarei todos. Ao final, postarei um pequeno bônus. Tchau, fui.

2 comentários:

Patrícia Loupee disse...

Nightmare Creatures tinha gráficos bem ruinzinhos mas também era legal!

Saiu por aqui na mesma época que o prieiro Resident.

Anônimo disse...

Hum, eu gosto da Infogrames. Jogo o "RollerCoaster Tycoon 2" o/
Demais!